ECOLOGIAS DE PROJETO

Resumo: Há em curso um processo acelerado de informatização dos meios técnicos e dos modos de reflexão e ação computacionais. O processo de projeto contemporâneo tem adotado métodos e recursos operacionais complexos para conceber e construir soluções arquitetônicas de alto potencial de integração com os sistemas naturais. Sejam estas soluções compactas ou de escala urbana, a fabricação digital, os sistemas interativos, a robótica e os processos paramétricos vêm criando condições para um diálogo mais coerente das estruturas artificiais com os sistemas naturais. Muitas são as áreas do pensamento e do projeto de arquitetura e design que são contempladas pela evolução dos sistemas computacionais e a fabricação digital, como o design de superfícies, o projeto de estruturas e coberturas paramétricas complexas, a construção rápida e segura de habitações permanentes e abrigos temporários, sistemas autônomos e responsivos nas edificações, e até mesmo plataformas interativas móveis de gestão urbana. O projeto de pesquisa Ecologias de Projeto recorre aos fundamentos da teoria dos sistemas e redes, da cibernética, da complexidade e da computação para desenvolver pesquisas e protótipos que nos permitam avançar no desenvolvimento de soluções melhores na interação entre humanos, ambientes naturais e sistemas artificiais. O projeto de pesquisa é constituído por duas linhas principais de pesquisa que se entrecruzam: a) estudos metodológicos, que tratam de analisar estruturas lógicas do projeto computacional e entender os princípios e procedimentos de tomada de decisão; e b) estudos processuais, voltados para a compreensão da parte operativa do projeto, os softwares, hardwares e toda parte tecnológica utilizada para sua concepção, construção e interação.
Esta pesquisa visa oferecer à sociedade um conjunto de conceitos, referências e soluções de projeto para o que consideramos ser uma tendência irreversível do pensamento projetual: a combinação entre a crescente complexidade dos problemas de projeto, a urgência em enfrentar questões ecológicas e sustentáveis, e a necessidade de utilização de técnicas digitais em todas as etapas do projeto como instrumento de análise e tomada de decisão.

Data de início: 2018-05-01
Prazo (meses): 72

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Pesquisador Jarryer Andrade de Martino

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910