Educação Patrimonial e Desenvolvimento Local: Relação Sociedade-Patrimônio em Santa Leopoldina

Nome: Lorena de Andrade Castiglioni
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 06/06/2014
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Renata Hermanny de Almeida Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Gerda Margit Schutz Foerste Examinador Interno
Lygia Baptista Pereira Segala Pauletto Examinador Externo
Renata Hermanny de Almeida Orientador

Resumo: O estudo propõe a discussão do papel da Educação Patrimonial em processos de conservação de sítios históricos tendo em vista seu potencial como instrumento de geração e/ou fortalecimento de formas de participação social associadas ao sentido de identidade individual e/ou coletiva. Em uma perspectiva ampliada, o projeto pretende apontar sua importância em políticas culturais articuladas a planos de desenvolvimento territoriais e educacionais. Adota-se como campo de estudo empírico a sede municipal de Santa Leopoldina, Espírito Santo, particularmente área protegida por tombamento estadual (1983). A hipótese é estabelecida por se acreditar na dificuldade de criação de laços memoriais fortes por parte da comunidade local atual o que dificultaria a constituição de vínculos de identidade estruturados em conexão afetiva (sentido de pertencimento) inviabilizando, por sua vez, o despertar de interesse de preservação de quadros espaciais de vida. Assim, propõe-se pensar o par de temas Educação e Patrimônio, visando à elaboração de conexões entre memória, consciência, e ação social, em particular aquela vinculada à conservação de suportes materiais da memória coletiva. Para tanto, desenvolve-se roteiro metodológico aplicado em instituição de ensino localizada no perímetro da área de proteção patrimonial da sede municipal. O objetivo é, de um lado, compreender os fundamentos do instrumento em si, a Educação Patrimonial, e, de outro, suscitar o conhecimento e o reconhecimento da própria tradição para e em cada um dos sujeitos envolvidos no ensaio prático. Para isso, o desafio é diminuir a antecipação propiciada no/pelo campo teórico, permitindo, assim, o desvelar do sentido prático em sua potência.
Palavras-chave: Educação Patrimonial. Sítio histórico. Educação formal. Santa Leopoldina.

Acesso ao documento

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910