Reconciliação Urbana - Análise Simbólica da Paisagem da Vila da Vitória (SÉC. XVI - XVIII)

Nome: Bruno de Oliveira Lima
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 25/10/2013
Orientador:

Nomeordem crescente Papel
Nelson Pôrto Ribeiro Orientador

Banca:

Nomeordem crescente Papel
Nelson Pôrto Ribeiro Orientador
Clara Luiza Miranda Examinador Interno
Beatriz Piccolotto Siqueira Bueno Examinador Externo

Resumo: Esta dissertação tem como objeto a paisagem da Vila da Vitória dos séc. XVI - XVIII. A estrutura espacial desta vila foi impregnada de forte conotação simbólica e esta construção de significados exprimia-se em sua conformação territorial e, sobretudo, na sua paisagem, que se articulava intimamente ao ambiente natural, e a partir dele, se integrava, utilizando-o como material estrutural para a arquitetura deste espaço. Sua morfologia e tipologia urbana compreendiam traços, monumentos, símbolos e outros elementos que se constituíram como fundamentais na arquitetura da cidade ou na constituição do Lugar, num sentido simbólico, fenomenológico deste termo. Logo, através da análise sobre a conformação urbana de Vitória nos séc. XVI - XVIII investigam-se questões que tratam simultaneamente: do desenho histórico da vila; da vila e de sua integração à paisagem; e da locação de suas construções notáveis; procurando relacionar esses elementos e as suas características simbólicas. Portanto, apresenta-se a Vila da Vitória em uma investigação, fundamentalmente, histórica e teórica e, em especial, em um viés de análise simbólica de sua paisagem desenvolvida a partir de materiais iconográficos dos séc. XVII, XVIII e XIX, na busca de indícios que revelem os significados contidos na paisagem da Vila da Vitória.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910