Proposta preliminar de uma sistemática auxiliar de tomada de decisões para recuperação de áreas degradadas por pedreiras próximas a centros urbanos.

Nome: Evandra Bizi
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 19/09/2011
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Cristina Engel de Alvarez Orientador
Michelly Ramos de Angelo Examinador Externo
Paulo Sergio de Paula Vargas Examinador Externo

Resumo: Geralmente a atividade nas pedreiras próximas a centros urbanos implica em diversos distúrbios na área de extração e no entorno, como os ruídos e as poeiras (presentes em todas as fases do processo), as vibrações, a degradação da paisagem e, em alguns casos, danos às águas de superfície e ao lençol freático. Além disso, quando cessadas as atividades de produção, as pedreiras deixam áreas degradadas de grandes proporções que representam um desafio ao planejamento urbano, uma vez que sua reintegração na dinâmica urbana demanda estudos complexos e, principalmente, um volume considerável de recursos humanos e financeiros. No entanto, os produtos das pedreiras, como as britas, os pedriscos e as pedras de mão, por exemplo, estão diretamente relacionados aos aglomerados urbanos, pois são indispensáveis nas atividades relacionadas à construção civil. Partindo-se do pressuposto de que seja possível harmonizar as práticas de exploração com as de recuperação, numa relação de concomitância na qual uma atividade não prejudique ou dificulte o êxito da outra, buscou-se nesta pesquisa desenvolver uma sistemática que auxilie na tomada de decisões para recuperação de áreas degradadas por pedreiras baseada nos princípios do Desenvolvimento Urbano Sustentável. Para isso, identificou-se a correlação entre a formação da Região Metropolitana da Grande Vitória - RMGV e a extração mineral na região, identificando-se a situação das pedreiras na RMGV, quais são as formas de recuperação de áreas degradadas por pedreiras e quem são os responsáveis pela definição da técnica; analisaram-se os principais processos de recuperação para áreas de extração localizada em áreas urbanas ou nas proximidades dos conglomerados; e avaliou-se a adequabilidade dos princípios da sustentabilidade na sistemática proposta. Assim, foi possível identificar as principais etapas e procedimentos a serem adotados para recuperação das áreas degradadas por pedreiras na RMGV, que foram compilados em um sistema de execução resultando no desenvolvimento da sistemática proposta.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910