Porto, cidade e ambiente natural: Questões, políticas e instrumentos de interfaces urbanística e ambiental na Grande Vitória (ES)

Nome: Henrique Alexandre Silvestre
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/05/2019
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Martha Machado Campos Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Martha Machado Campos Orientador

Resumo: As mudanças nas estruturas, operações e atividades portuárias invariavelmente interferem na relação da cidade com seus portos. No contexto de competição globalizada atual, demandas tecnológicas se tornam imperativas, intensificando o papel dos territórios como atrativos ao capital global e modificando a interface porto e cidade. Gera-se com isso o fortalecimento da tendência de portos nas cercanias das urbes. Em Vitória, capital do Espírito Santo, a trajetória de seus portos se alinha com a trajetória de sua ocupação urbana, sendo esses elementos de balizamento na vida socioeconômica, político cultural e urbano ambiental local. Vitória passou da cidade-cais a grandes complexos portuários, do porto fundacional aos portos secos interiorizados, constituindo no século XXI um sistema infraestrutural articulado em redes de transporte e logística de extenso alcance global. Os sítios portuários são implantados – em sua maioria – por meio de processos de canceladura das cidades circundantes. Políticas públicas relativas às dinâmicas portuária e urbana no Brasil permitem elucidar parte da problemática acerca da cidade portuária e os impactos no território. Vitória e região apresentam intima ligação econômica e social com seu sistema portuário; entretanto, este arrolamento não pode ser visto como salvaguarda para obliteração do ambiente circundante. Nesta dissertação, discorreremos sobre a atividade portuária e sua interface ambiental por meio de expansões, notadamente aterros e ampliações territoriais. Igualmente far-se-á consulta a temática portuária nos instrumentos de planejamento das três esferas federativas. Conclui-se que a questão portuária é balizada por interesses globalizados em dissonância com os interesses públicos, sociais, ambientais e desenvolvimento local.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910