DELIMITAÇÃO DE ÁREAS URBANAS DE INTERESSE PATRIMONIAL NA POLÍTICA DE PRESERVAÇÃO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Nome: Joyce Naara Pimenta Abreu
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/05/2017
Orientador:

Nomeordem crescente Papel
Renata Hermanny de Almeida Orientador

Banca:

Nomeordem crescente Papel
Renata Hermanny de Almeida Orientador
Julio Cesar Ribeiro Sampaio Examinador Externo
Eneida Maria Souza Mendonça Examinador Interno

Resumo: A esquisa se dedica à investigação da gênese da delimitação de sítios históricos enquanto prática adotada pelo Conselho Estadual de Cultura para preservação do patrimônio urbano no Espírito Santo, com o objetivo de entender a metodologia adotada e sua vinculação ao percurso de atualização do conceito de patrimônio. Faz isso por meio de investigação de perspectiva histórica e teórica acerca do conceito de patrimônio cultural, especificamente na consolidação do patrimônio urbano, e por meio de uma investigação conceitual acerca da evolução da delimitação de áreas urbanas patrimoniais no Brasil, por meio da política preservacionista do IPHAN. Assim, a análise tem como fonte documental os processos de tombamento dos cinco sítios urbanos tombados no Espírito Santo, a saber, Porto de São Mateus, Santa Leopoldina, São Pedro do Itabapoana, Muqui e Itapina. O desafio é compreender e discutir aquilo que se delimita (objeto) e como se delimita (instrumentos e procedimentos). A intenção é avaliar a correlação entre a delimitação de áreas urbanas e a evolução do conceito de patrimônio urbano, com particular interesse em sua autonomia enquanto objeto patrimonial. Especificamente, busca identificar objetivos, formas e procedimentos de delimitação, e entender mudanças ocorridas na forma de apreensão dos sítios históricos na política estadual de preservação. Em que pesem as particularidades de cada sítio analisado, é possível identificar a delimitação como uma política consolidada de proteção dentro do Conselho Estadual de Cultura, em consonância com a política de preservação nacional.
Palavras-chave: Patrimônio urbano; Instrumentos de proteção; Preservação urbana; Sítios históricos.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910