Arquitetura e redes sócio-técnicas

Código: PGAU-1206
Curso: Mestrado em Arquitetura e Urbanismo
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Redes sociotécnicas, imateriais e materiais, novo modo de desenvolvimento produtivo e os impactos na concepção, produção e gestão do espaço local, metropolitano e global. Habitação, espaço público, espaço comum. Rumos do planejamento, da gestão e da intervenção físico-territorial. Redes sociotécnicas e políticas urbanas. Arquitetura, espaço híbrido, interação, mediação, participação política e ativismos sociais. Abordagem da produção, do consumo e da fruição estética na cultura urbana contemporânea, cibercultura.
Bibliografia: ASCHER, François. Novos principios do urbanismo. São Paulo: Romano Guerra, 2010
ASCHER, François. Metapolis, Acerca do Futuro da Cidade. Oeiras: Celta, 1998.
AWAN, N.; Schneider T. and Till J.. Spatial Agency. Other ways of doing architecture. London: Routledge, 2011
BOURDIN, Alain. A questão local. Rio de janeiro, 2001
BOURDIN, Alain. O urbanismo depois da crise. Lisboa: Livros Horizonte, 2011
CACCIARI, Massimo. A cidade. Barcelona, Gustavo Gili, 2010
CASTELLS, Manuel. A Sociedade em redes. São Paulo: Paz e Terra, 2000.
COCCO, Giuseppe; GALVÃO. Alexander Patez & SILVA Gerardo (orgs.). Capitalismo cognitivo, trabalho, redes e inovação. Rio de Janeiro: DP&A Editora, 2003.
DELEUZE, Gilles & GUATARRI, Felix. Mil Platôs. Capitalismo e Esquizofrenia. Vol 1. Rio de janeiro: Ed. 34, 1995.
DELEUZE, Gilles & GUATARRI, Felix. Mil Platôs. Capitalismo e Esquizofrenia. Vol 5. Rio de janeiro: Ed. 34, 2002.
FIRMINO, Rodrigo José. Cidade Ampliada. Desenvolvimento urbano e tecnologias da informação e comunicação. São Paulo: ECIDADE, 2011.
GRAHAM, Stephen & MARVIN, Simon. Splintering Urbanism. Networked infraestrutuctres, technologiocal mobilities and tha urban conditions. London: New York, Routtledge, 2009.
GUATTARI, Félix. Caosmose, um novo paradigma estético. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1992.
HARDT, Michael & NEGRI, Antonio. Império. Rio de Janeiro: Record, 2002.
HARDT, Michael & NEGRI, Antonio. Multidão. São Paulo: Record. 2006.
JOHNSON, Steven. Emergência: a dinâmica de rede em formigas, cérebros, cidades. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.
LATOUR, Bruno. Reagregando o social: uma introdução a teoria do ator – rede. Salvador: UFBA, 2012.
LEVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Editora 34,1999.
MASSEY, Doreen. Pelo espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2009.
MONTANER, Josep & MUXI, Zaida. Arquitectura y Politica. Barcelona, Gustavo Gili, 2011.
NEGRI, Antonio & HARDT, Michael. Commonwelth. El proyecto de una revolución del común. Madri: Akal, 2011.
PARENTE, Andre (org.). Tramas da rede. Novas dimensões filosóficas, estéticas e políticas da comunicação. Porto alegre: Sulina, 2010.
SERRES, Michel. Atlas. Lisboa: Instituto Piaget, 1994.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910