Name: Oscar Eduardo Preciado Velasquez
Type: MSc dissertation
Publication date: 27/03/2020
Advisor:

Namesort descending Role
Clara Luiza Miranda Advisor *

Examining board:

Namesort descending Role
Clara Luiza Miranda Advisor *
Lutero Proscholdt Almeida Internal Examiner *

Summary: Esta dissertação propõe-se estudar, com base em uma perspectiva diacrônica
entre o global e o local, os processos que levaram a considerar no projeto
arquitetônico, o trabalho em cooperação direta com as comunidades. Este
estudo também é realizado com o intuito de promover a incorporação e
consideração de espaços não disputados pelo mercado imobiliário como área de
atuação profissional, por meio de novas estratégias na promoção de recursos de
natureza educacional, econômica e social que busquem fortalecer a autogestão
das comunidades, sob a orientação de grupos técnicos que apóiam essas
iniciativas. Foram definidos como objetivos da pesquisa: analisar a figura atual
do arquiteto urbano e seu papel como intérprete das comunidades, avaliar o

papel das comunidades na formulação do projeto e a caracterização da inter-
relação entre os sujeitos do estudo. Trata-se de uma pesquisa argumentativa e

expositiva sob uma abordagem qualitativa. Nesse sentido, foi realizada uma
revisão bibliográfica para determinar o estado da arte do objeto em questão e
um estudo de campo com entrevistas estruturadas e semiestruturadas para a
análise de experiências locais no Equador. Foram entrevistados os grupos de
arquitetura AlBorde, Natura Futura e Caá Porá, com atuação nas regiões Costa,
Serra e Amazônia do Equador respectivamente, e três comunidades atendidas
por esses grupos, no período de agosto de 2018 a fevereiro de 2019. A
aproximação às comunidades evidenciou a prevalência do perfil do arquiteto
intérprete, motivado pela experiência dialógica e o trabalho pedagógico
estabelecido pelos arquitetos no intercâmbio com a comunidade. Da mesma
forma, há participação e promoção de instituições públicas e privadas no
financiamento dessas experiências, que representam o menor setor do campo
de ação disciplinar no Equador, predominantemente liberal. É uma tarefa
fundamental para as novas gerações de arquitetos ingressar neste campo de
ação, o que implica um processo de reconhecimento e choque com a realidade
da maior parte do espaço geográfico de nossas cidades - desiguais em essência
- e ávidas por soluções expeditas para as grandes contradições que prevalecem
em nosso contexto.

Access to document

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910